1 ano : O looping infinito da pandemia e os profissionais que ainda seguem sem conseguir trabalhar.

1 ano : O looping infinito da pandemia e os profissionais que ainda seguem sem conseguir trabalhar.

Grupo Foto Sul divulga dados da segunda fase da pesquisa sobre cenário do mercado de eventos na pandemia

Completado um ano do início dos primeiros casos registrados de coronavírus no Brasil, os profissionais que têm suas atividades profissionais diretamente relacionadas a eventos e prestação de serviços se veem diante de um cenário de incertezas.

Acompanhando esse processo de perto, o Grupo Foto Sul, que há mais de três décadas é uma das grandes referências no mercado da fotografia, como uma das mais importantes indústrias fotográficas do país por seu pioneirismo, lidera um movimento que está mapeando números e necessidades desses profissionais como forma de dar apoio a entidades públicas e privadas para o desenvolvimento de ações para o enfrentamento deste período, através da realização da “Pesquisa de Impacto Econômico e Social no Rio Grande do Sul”, para mapeamento e acompanhamento da situação que envolve profissionais da área de eventos.

As duas etapas da pesquisa totalizaram 703 respostas e 600 respondendentes distribuídos em mais de 90 municípios do Rio Grande do Sul, sendo que, a primeira etapa ocorreu ainda em 2020 e agora, a empresa apresenta os dados da segunda etapa, que pautam os próximos passos para milhares de profissionais gaúchos.

Rodrigo Scortegagna, diretor de produto do Grupo, aponta que “os resultados da pesquisa estão servindo como documento base para sensibilizar autoridades, com vistas a adoção de políticas públicas emergenciais mais efetivas sobre a condição atual do nosso mercado”.

A pesquisa foi entregue a diversas autoridades, dentre elas o Deputado Federal Maurício Dziedricki e o Deputado Estadual do Rio Grande do Sul, Mateus Wesp.

A partir dos resultados do estudo, foi acordado a união em prol da criação de uma agenda única aos eventos sociais que são os de mais fácil retomada, junto ao Governo do Estado que está sendo construída através do parlamentar gaúcho Mateus Wesp em que será proposta a criação de um Comitê para Retomada de Eventos Sociais que atue prioritariamente, nas frentes abaixo relacionadas:

 • Definição de Protocolos claros e específicos para o Setor de Eventos junto aos órgãos competentes do Governo do Estado

• Divulgação dos Protocolos para todos os públicos envolvidos, incluindo comunidade de consumidores através de comitês regionais

• Capacitação de todos os profissionais do Setor para assegurar a eficácia na aplicação dos protocolos

Um indicador alarmante da pesquisa é o fato de que em caso de encerramento das atividades ou mudanças de segmento, pode-se prever uma perda na receita de R$4.147.500,00 ao mês e R$49.770.000,00 ao ano, apenas entre os respondentes da pesquisa.

“O objetivo da pesquisa é levantar dados e compreender o impacto do setor, para a construção de politicas eficazes junto aos agentes governamentais através o diálogo colaborativo”, reforça Rodrigo.

O que a segunda fase da pesquisa mostra:

  • A redução de eventos em 100% da amostra evidencia o atendimento às regras de distanciamento social impostos pelos órgãos reguladores, em função da pandemia.
  • 50% informa a possibilidade de mudança de segmento ou até encerramento de atividades até o próximo mês.
  • O número de eventos que deixaram  se ser realizados  apenas entre o número de respondentes totaliza em mais de 2.200 mensais e 26.400 anuais.
  • O número de funcionários diretos é impactado diretamente e deve atingir com desligamento total 23,61% das empresas pesquisadas – sendo que o número de terceirizados contratados apenas para realização de eventos dobra em relação aos diretos, isso denota o impacto econômico indireto do setor na economia.
  • Quando perguntado sobre as medidas para a retomada das atividades por avaliação de importância – 75% dos respondentes consideram importantíssimo o conhecimento sobre os protocolos de segurança, porcentagem superior quanto aos questionados sobre ao auxilio financeiro, o que evidencia o voto do setor em retomar as suas atividades.

O compilado da pesquisa está disponível para download através do link: https://conteudo.grupofotosul.com.br/pesquisa-de-impacto-social-e-economico-no-setor-de-eventos-do-rs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.